sábado, 26 de dezembro de 2009

5 comentários:

CRÍTICA NACIONAL disse...

Nuvens, distantes, infinitas, belas...
Seriam elas os deuses nos falando?

Parecem traduzir a expressão maior do amor...
Amor, saudade infinita, sonhos...

Seriam os anjos nos falando?
Sim, por elas os deuses se manifestam em suas bondades...

Que os Ano Novo lhe traga belas nuvens, Denise!

Toni Fereira e família...

Assis de Mello disse...

Hoje passei o final da tarde fotografando nuvens pelas estradas. E agora encontro esse poeminha maravilhoso aqui...
varanda e porão em harmonia ;-)
Saudade docê.
Chico

.Leonardo B. disse...

Não resisto a partilhar, Amiga Denise, uma mensagem “urgente” que a Amiga Rejane me enviou; partilhá-la é o mínimo que posso fazer, possa ou não ser “prematura”, tamanha declaração:

“Depois de uma séria e cautelosa consideração, gostaria de notificar a renovação do nosso CONTRATO DE AMIZADE, para o ano de 2010 e seguintes…

“Nunca desvalorize ninguém…
Coloque cada pessoa perto do seu coração
Porque um dia você pode acordar
E perceber que perdeu um diamante
Enquanto estava muito ocupado a coleccionar pedras”

[Mande este abraço para todos os que você não quer perder em 2010, adverte-me a Amiga Rejane: é meu dever, minha tão grande obrigação…]

Um imenso abraço

Leonardo B.

Um imenso carinho, com tudo o que a vida conte, incondicionalmente

jjorgetome disse...

maravilhoso teu blog.

BAR DO BARDO disse...

Bastante significativo.

Esses cimos...